Fluxo Constante

Pensamentos chegam como borboletas…

Eu leio e fico assim ó… pensando

Meu esporte favorito é ler. E se for biografia de alguém que vive ou viveu em uma cultura diferente da minha, melhor ainda. Há pouco tempo li Infiel – Ayaan Hirsi Ali. E agoro leio As boas mulheres da China – Xinran, indicado pelo meu amigo Guto. O primeiro é autobiográfico. O segundo é uma coletânea de entrevistas com mulheres de diferentes idades e condições sociais numa China moderna. Duas culturas diferentes mas da mesma forma opressora de suas mulheres. Mas fico a me perguntar se não existe uma terceira cultura opressora… A NOSSA. Até que ponto nossas mulheres são realmente livres, respeitadas enquanto parte de uma sociedade. Ainda hoje tenho a sensação de que as mulheres são figurantes no mundo dos homens, sempre num escalão inferior. Devem refletir o sucesso de seus maridos sem macular sua imagem de senhor e rei, se sacrificar eternamente em favor da família. Duvido que casar e ter filhos seja o destino de uma mulher.

maio 13, 2008 Posted by | Thinking about | , , , | 13 Comentários

Ai, como sofro…

Mulher sofre(ponto) E nem precisa citar as inúmeras situações em que isso acontece. Mas uma, especialmente essa uma acaba com a vida de qualquer mulher. Cabeleireira. A gente percorre o país inteiro atrás de uma que preste e quando a gente encontra ele resolve casar e ir embora com o fulano. Daí você quer cortar o cabelo e vai atrás de outra. E a INFELIZ representante das profundezas acaba com o cabelo que demorou 1 ANO pra crescer. Hoje eu quero muito mandar ela de volta para o abismo.

Confiram a tragédia

maio 7, 2008 Posted by | Pessoais | , , | 14 Comentários